Instituto Federal do Paraná Marca do IFPR I NS TIT U T O F EDER A L Paraná Campus Capanema
Início Notícias Projeto do Campus Capanema propõe novas aplicações do açúcar mascavo na produção de alimentos

Projeto do Campus Capanema propõe novas aplicações do açúcar mascavo na produção de alimentos

Publicado em

A equipe do Campus Capanema durante o experimento de análise sensorial

Um dos projetos de pesquisa desenvolvidos pelo Campus Capanema tem buscado a valorização de um importante produto regional: o açúcar mascavo. Por meio do trabalho intitulado “Desenvolvimento de paçoca a base de açúcar mascavo produzido em Capanema-PR”, a professora Eliane May de Lima e sua equipe têm buscado utilizar o ingrediente em receitas diferentes receitas da paçoca. O objetivo do estudo é favorecer a pequena agricultura local, proporcionando novas fontes de renda para as famílias no campo; além de desenvolver uma fórmula mais saudável e comercialmente acessível do típico doce brasileiro.

“A ideia de utilizarmos o açúcar mascavo na formulação da paçoca dialoga com o fato de que, nos últimos anos, as agroindústrias locais tem se reorganizado para oferecer uma diversidade maior de produtos, agregando um maior valor ao açúcar produzido na região”, explica a professora responsável por coordenar o projeto. Ao total, a equipe desenvolveu três receitas de paçoca à base de açúcar mascavo.

Em setembro, as fórmulas desenvolvidas no Campus Capanema foram submetidas para análise sensorial (degustação). Cerca de 70 pessoas participaram do experimento, entre servidores, estudantes e membros da comunidade local. Os resultados apontam que a paçoca de açúcar mascavo foi amplamente apreciada e considerada como tendo características tão boas quanto ou superiores às da paçoca de açúcar branco. A maioria dos provadores revelou intenção de compra caso o doce estivesse disponível no mercado.

Tomaram parte no projeto o professor de zootecnia Carlos Alberto Fugita, a técnica Danieli Bressan, e a aluna do curso Técnico em Cooperativismo Jeicieli Porsch. De acordo com a estudante, o projeto contribuiu com seu interesse pela área científica. “A prática em laboratório foi uma oportunidade única. Com as análises, aprendi quais são os instrumentos e estratégias necessários para obter dados quantitativos confiáveis”, explica.

As paçocas agora seguem para uma análise de qualidade nutricional, a qual será realizada por meio de uma parceria com o Departamento de Nutrição da Universidade Federal da Fronteira Sul – Campus Realeza. Em seguida, será realizada uma análise mineral do conteúdo das receitas, a partir de um acordo com a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).

Com a conclusão dos testes, salienta a professora Eliane, o objetivo é publicar os resultados do projeto em revistas científicas, bem como, apresentá-los à comunidade local. “Gostaríamos de levar o projeto até a Feira do Melado de 2020, a fim de divulgar as possibilidades que a paçoca de açúcar mascavo pode oferecer aos produtores da região. Assim podemos também ampliar os vínculos do Campus Capanema com a comunidade local”, conclui a professora Eliane.

A produção açucareira em Capanema

No artigo “Desenvolvimento local e agricultura familiar: o caso da produção de açúcar mascavo em Capanema – Paraná”, os autores Mariza Zeni de Castro Tomasetto, Jandir Ferrera de Lima e Pery Francisco Assis Shikida destacam a importância do produto para a região. De acordo com os autores, a produção de cana-de-açúcar e a agroindústria do açúcar mascavo é uma importante atividade econômica da região sudoeste do Paraná desde 1995, quando a Coordenação Regional de Associações passou a incentivar a comercialização do produto na região. Em 1990, ocorreu em Capanema a primeira edição da Feira do melado, a qual se caracterizou, posteriormente, como um evento bianual cujo objetivo é divulgar o trabalho realizado no campo e incentivar o consumo dos produtos derivados do açúcar e melado produzidos em Capanema, gerando renda extra às famílias de pequenos agricultores locais.

Texto: Celso Fernando Claro de Oliveira
Fotografias: Equipe do projeto

IFPR -Campus Capanema – Rua Cariris nº 750 Bairro Santa Bárbara – CEP 85760-000 Capanema PR. Fone:(46) 3552-3314 / (46) 99941-1692

Topo